O quanto tem lhe custado sentir medo, vergonha e culpa?

Se observarmos com clareza estes três tipos de sentimentos e emoções veremos que todas estão ligadas pelo fato de não conseguirmos distinguir em nosso dia a dia o que realmente podemos controlar e o que não podemos.

Medo, vergonha e culpa estão relacionados ao mundo externo, a opinião dos outros e em como seremos vistos pela sociedade e pelo mundo que nos cerca, e apesar disto ter um peso enorme em nossas decisões e até mesmo em nossas crenças e comportamentos, sabemos que qualquer coisa que façamos não poderá controlar a forma como somos vistos.

Em nossa arrogância e diferenciação do mundo, nos isolamos e distanciamos das pessoas por acharmos que ninguém poderá entender nossa situação e assim nossos relacionamentos, conexões e vida pessoal se vê envolta em uma completa nuvem de tristeza e angústia, gerada pela nossa incapacidade de olharmos para dentro de nós mesmos e encontrarmos a tranquilidade necessária para gerar a eficácia exterior.

Podemos controlar aquilo que aspiramos, desejamos, que temos repulsa e nos desagradam ou as que nos agradam e nos atraem, ou seja, todas as coisas que estão ligadas diretamente a nossa influência e controle. Porém não podemos controlar como os outros irão interpretar e ver o que fazemos, não podemos controlar as coisas frágeis e dependentes de fatores externos e ações dos outros.

“A felicidade e a liberdade começam com a clara compreensão de um princípio: algumas coisas estão sob nosso controle, outras não. Só depois de lidar com essa questão fundamental e aprender a distinguir entre o que você pode e o que não pode controlar, é que a tranqüilidade interna e a eficácia externa se tornam possíveis.”

Epicteto (filósofo grego estoico)

Nossa vontade, intenção e ação deve estar voltada para as coisas que sabemos que dependem de nossas decisões, interpretações e em como iremos nos sentir, lembrando sempre que devemos reconhecer o verdadeiro sentido das aparências e ver além de como as coisas “parecem ser”.

Se permanecermos com foco em controlar pessoas, situações e aparências, sem nos ater em refletir a respeito se isto encontra-se sob nosso controle ou não, iremos criar sentimentos e emoções de frustração, angústia e aflição.

Nossos desejos e vontades exigem ação e realização imediata, não esperam, são impacientes e quando não agimos e ficamos externalizando que suas concretizações dependem, seja limitando ou possibilitando, dos outros, acabamos por nos decepcionar.

Os principais inimigos de nossos sentimentos de culpa, medo e vergonha é o nosso próprio ressentimento e sentido que damos a interpretação externa, sem racionalizar e refletir a respeito de como as coisas realmente são e não como desejaríamos que fossem. Evitar qualquer tipo de atitude, comportamento e interpretação impulsiva e irrefletida é essencial para que se tenha uma vida de graça, flexibilidade, felicidade e liberdade.

  1. Separe claramente o que esta no seu controle ou não;
  2. Ocupe-se na maior parte do tempo com as coisas que estão ao seu controle;
  3. Observe e reconheça as coisas em como elas realmente são e não em como gostaríamos que fossem;
  4. Harmonize sua vida, desejos, intenções e vontades com relação as coisas que estão sob seu controle;
  5. Observe o sentido que dá a cada acontecimento, e em como isso o fere ou fortalece;
  6. Acima de tudo utilize tudo aquilo que lhe pertence de verdade e esta sob seu controle, seja conhecimento, experiência, ferramentas, habilidades e competências, faça sempre bom uso delas e aplique-as em tudo que é importante e essencial para sua vida.

Deixe seus comentários, sugestões e dúvidas, será um prazer respondê-los!

Me nome é Adriano Levy e minha missão é ajudá-lo a subir mais um degrau na escada do sucesso, realização, mudança, superação e alta performance.

Sou,

Palestrante, Talker, Executive & Life Coach, Analista Comportamental DiSC e Analista ASSESS, Consultor, Mentor, Empreendedor, Analista de Sistemas, Analista de Negócios, Graduado em Gestão da Tecnologia da Informação. Certificado pela SLAC Coaching – Sociedade Latino Americana de Coaching, AC – PECC – Professional Executive Coach Certification, EMCC – PECC – Professional Executive Coach Certification, IAC – Certifies in PECC – Professional Executive Coach Certification e PCA – PECC – Professional Executive Coach Certification. Trata principalmente os assuntos relacionados a empreendedorismo tradicional e social inclusivo, Startups, Comunicação Interpessoal e não violenta, desenvolvimento de líderes e liderança, autodesenvolvimento pessoal e profissional. Já realizou diversos workshops e palestras e é idealizador e criador do Curso Real Leadership Experience além de diversas oficinas e cursos.

Cursos, Oficinas e Workshops: https://www.sympla.com.br/adrianolevy

0 Comments

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

1
Olá, como posso lhe ajudar?
Powered by