SEU CORPO PRESENTE, SUA MENTE DISTANTE

Uma das coisas que tenho observado atualmente, nas minhas caminhadas, na rua, nas lojas, ou seja em todos os lugares, é o que estes dias, conversando com minha esposa, classificamos como “olhar profundo e distante”. Vejo várias pessoas com esse olhar, meio que parecendo sem rumo, andando meio que no automático, executando tarefas, atividades e até mesmo trabalhando como se estivessem num loop eterno de rotinas costumeiras.
Como de costume, como sou meio curioso e questionador, sempre que me encontro nestas circunstâncias e tenho a oportunidade de interagir com essas pessoas, seja no supermercado, seja na rua esbarrando em conhecidos eu faço o que chamo de “180 GRAUS”, ou seja, analisando o momento, tento quebrar a rotina daquela pessoa, fazendo com que a mesma saia do automático e “desperte”, normalmente puxando uma conversa interessante, me mostrando solicito a escutar, soltando uma piada, entre outras coisas que faço para puxar a pessoa ao presente, as pequenas coisas ao nosso redor.
É muito interessante, pois posso observar, e algumas vezes até admirar a expressão das mesmas, é quase como um sentimento de satisfação que as pessoas expressam, como se precisassem daquele momento presente.
Uma das coisas que o MINDFULNESS trabalha, é exatamente este conceito, por vezes estamos com o corpo no presente, na tarefa, na ação, no trabalho, na atividade, porém nossa mente esta distante, não observamos as coisas a nossa volta, as pessoas, a situação, o contexto, nem mesmo temos a empatia com as pessoas a nossa volta, perdemos o instante, não conseguimos nem mesmo descrever o que sentimos naquele momento, pois não estamos ali, não conseguimos saber ou mesmo refletir porque agimos de tal maneira, pois não estamos ali, estamos no “automático”, perdendo cada sentimento e comportamento do momento. Os motivos são diversos, problemas financeiros, problemas familiares, perdidos no eterno “se eu fizesse”, “se eu fosse”, “por que não sou daquele jeito”, “eu poderia fazer isso”, ou seja infinitos motivos que levam nossa mente ao futuro desejado e ao passado arrependido, mas esquecemos que o futuro desejado é feito de ações no presente que nunca realizamos e que o passado arrependido é feito de aprender com os erros e não cometê-los novamente no presente.
O Presente é realmente o que importa, o que você faz aqui e agora, pois estas ações é que levaram você adiante com foco no resultado final, porém maximizando suas ações e tarefas. Quando pensamos “se eu fosse” , não pense, seja, quando pensamos “se eu fizesse”, não pense, faça, quando temos problemas financeiros, devemos partir do hoje para resolvê-los, será nossa ação de hoje, do presente que resolverá a situação do ontem.
Cada instante, cada momento do presente deve ser observado, analisado, refletido, devemos observar tudo a nossa volta, sentir tudo a nossa volta, entender porque estamos agindo desta ou daquela maneira, interagirmos de forma eficaz com as pessoas para obtermos melhores resultados de consciência, para trocarmos conhecimento e aprendermos passo à passo.
Se tivesse que falar em poucas palavras, diria “Corrija seu passado hoje e planeje seu futuro agora!”
Espero que esta reflexão, faça com que pensem, reflitam, observem e sintam tudo ao seu redor a cada instante e a cada circunstância.
Fez sentido para você?
Adriano Levy
Executive & Life Coaching, Analista DISC e ASSESS

0 Comments

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>